Central de Seleção IFMS
Institutucional

Política de Extensão norteia atuação do IFMS com a comunidade externa

quarta-feira, 23 de agosto de 2017 14:15

Política já foi tema de capacitação promovida pela Pró-Reitoria de Extensão - Foto: Ascom/IFMS

Política já foi tema de capacitação promovida pela Pró-Reitoria de Extensão - Foto: Ascom/IFMS

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul deu um grande passo na área extensionista com a publicação da Política de Extensão da instituição. Aprovada pela Resolução 059/2017 do Conselho Superior (Cosup). O documento norteia o caminho de atuação e traz definições fundamentais sobre as atividades e ações executadas.

A Política foi elaborada pela Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e reúne o conjunto de princípios, objetivos, diretrizes, responsabilidades dos gestores, monitoramento, instrumentos de gestão e avaliação adotados para a promoção de atividades voltadas ao atendimento de demandas da comunidade externa.

“O documento norteia qual o caminho da extensão no IFMS e foi construído baseado na bibliografia extensionista que existe e na legislação relacionada ao tema. A equipe elaborou o documento, que depois foi encaminhado para apreciação e aprovação do Colégio de Dirigentes e Conselho Superior”, explicou o pró-reitor de Extensão, Airton Vinholi Junior.

A Política revoga o antigo Manual de Extensão do IFMS, aprovado pelo Cosup em 2012, e contempla tanto a extensão universitária quanto a tecnológica.

“Foi construída num processo dinâmico, em que as demandas e problemas foram aparecendo e aprimorando o trabalho da Proex. O número de atividades de extensão foi aumentando, mas estávamos também preocupados com a qualidade desse trabalho”, ressaltou Airton.

Documento – Traz os princípios básicos e objetivos da Política de Extensão, além das dimensões de atuação do IFMS.

Entre os principais pontos estão as definições de cada uma das atividades de extensão executadas – programa, projeto, curso, evento e prestação de serviços tecnológicos –, suas áreas temáticas e recursos financeiros, além de informações sobre como deverão ser executadas, coordenadas, registradas e acompanhadas.

A Política define, ainda, as ações de extensão no IFMS: articulação interinstitucional, estágio e emprego, acompanhamento de egressos e ações inclusivas e de diversidade.

“Contém definições de cada ação e atividade, adaptadas à realidade da nossa instituição. Algumas ainda estão sendo implementadas, como o acompanhamento de egressos, mas já estão contempladas na Política”, pontuou o pró-reitor.

Além disso, aponta as responsabilidades pela gestão da extensão, com as competências da Proex, da diretoria responsável pela extensão nos campi, e da Coordenação de Extensão e Relações Institucionais (Coeri). Aborda, ainda, os instrumentos de gestão da Política, avaliação e indicadores.

Para o pró-reitor, é de fundamental importância que a comunidade conheça a Política, para que possa contribuir com alterações para futuras atualizações do documento.

“A Proex não trabalha de forma estática, mas sim dinâmica. É muito importante que a comunidade como um todo se aproprie da Política e entenda melhor o trabalho extensionista desenvolvido no IFMS”, finalizou.

Capacitação – Apesar de ser recém-publicada, a Política de Extensão já foi tema de uma capacitação promovida pela Proex neste mês.

O curso foi ministrado pela docente do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), Josiane Roberta Krebs. Com carga horária de 20 horas, no conteúdo programático, além da Política de Extensão, constaram temas como as bases legais da extensão para os Institutos Federais, elaboração e avaliação de atividades de extensão, entre outros.

“Há um espaço muito importante nos Institutos Federais para a extensão, não há como pensarmos na missão dessas instituições, como espaços de inclusão social, sem pensar na extensão. Devemos envolver a comunidade numa construção, em conjunto, levar conhecimento para a sociedade, construir com ela, e retroalimentar os Institutos com esse conhecimento”, ressaltou Josiane.

Cerca de 110 servidores do IFMS participaram da capacitação, realizada entre os dias 15 e 17 de agosto na sede da reitoria, em Campo Grande, com transmissão por videoconferência aos campi.


Laura Silveira – Ascom/IFMS